segunda-feira, 2 de junho de 2008

T.D. Português - Fonética


Professora : T. N. Macambira – Total de escores: 50

O texto a seguir foi extraído de uma revista. Leia-o e resolva os exercícios de 1 a 4.

No Brasil, ainda existem milhões de analfabetos totais, e especialistas afirmam que a maioria da população adulta é constituída de analfabetos funcionais (gente que consegue ler, mas não consegue entender o que lê). Para essa parte da população, provavelmente a chamada “língua culta” está muito mais distante que qualquer língua estrangeira para você, que está lendo esta revista. Porque o obstáculo que os impede de dominar a “língua dos instruídos” não é apenas geográfico e cultural, mas sobretudo social e político – um obstáculo poderoso num país que briga pela liderança entre os de pior distribuição de renda.

Revista Educação, nº 217, maio de 1999.

01. Faça a divisão silábica das palavras a seguir e classifique seus encontros vocálicos, de acordo com o código abaixo: (14 escores)

I. ditongo oral crescente

II. ditongo oral decrescente

III. ditongo nasal crescente

IV. ditongo nasal decrescente

V. hiato

b) milhões

c) especialistas

d) constituída

e) muito

f) pior

g) existem

h) afirmam

02. Nos itens a seguir, faça o que se pede: (05 escores)

a) Divida em sílabas a palavra maioria e classifique seus encontros vocálicos.

b) Quanto à posição da sílaba tônica, a palavra maioria tem a mesma classificação que a palavra maior? Justifique.

c) Um aluno apontou, na palavra provavelmente, a sílaba –va como sendo a tônica. Sem fazer referência à verdadeira sílaba tônica dessa palavra nem à posição dela, explique por que esse aluno errou.

03. Considere esse conjunto de palavras do texto: (08 escores)

Brasil chamada consegue essa porque qualquer

Milhões que distribuição renda língua impede

a) Transcreva abaixo as que contêm dígrafo formado por vogal + m ou n.

b) Somente duas palavras do conjunto não contém dígrafo. Transcreva-as.

c) Nas duas sílabas da palavra qualquer ocorre o mesmo tipo de encontro fonético? Justifique.

d) Nas palavras consegue e língua ocorre o dígrafo gu? Justifique.

04. Para acentuar corretamente as palavras, são indispensáveis alguns conceitos já estudados. São apresentadas a seguir algumas regras de acentuação. Leia-as e transcreva do texto a(s) palavra(s) que serve(m) de exemplo para cada caso.(08 escores)

a) Palavra oxítona terminada em a(s) recebe acento gráfico

b) Acentuam-se graficamente as paroxítonas terminadas em ditongo

c) Todas as palavras proparoxítonas são acentuadas

d) O i, na segunda vogal do hiato, receberá acento se aparecer sozinho (ou com s) na sílaba e não estiver seguido de nh.

05. UFMT Leia o texto de Lourenço Diaféria e julgue os itens a seguir. Use V, para os itens verdadeiros, e F, para os falsos.

“O grafiteiro pixou no muro caiado: ‘Herrar é umano.’

Considere as seguintes atitudes:

1. Você corrige um erro.

2. Você corrige dois erros.

3. Você não corrige nada e elogia a criatividade do grafiteiro.

4. Você fica louco da vida, xinga o cara de ignorante e manda repintar o muro.”

Lourenço Diaféria

( ) A letra h não representa, na Língua Portuguesa, nenhuma fonema, mas é usada em

palavras que a trazem da etimologia, como humano.

( ) As letras x e ch podem representar o mesmo fonema, o que ocasiona certa dificuldade na escrita de palavras como pichar e xícara.

( ) Poderia ser acrescentada à “questão de múltipla escolha” mais uma alternativa:

Você corrige três erros.

6. UFSE Os encontros vocálicos das palavras SEARA e GLÓRIA encontram-se, respectivamente, nas palavras:

a) ameaças e contrário;

b) biologia e adquirida;

c) científicas e biogenética;

d) negociação e países;

e) polícia e principais.

7. Unifor-CE

“Vejam que país...”

“...a lavadeira cheira a gim.”

Nas palavras em negrito observa-se uma seqüência de:

a) hiato, dígrafo e ditongo;

b) hiato, encontro consonantal e ditongo;

c) ditongo, dígrafo e hiato;

d) ditongo, dígrafo e ditongo;

e) ditongo, encontro consonantal e hiato.

8. Emescam-ES O emprego da expressão abaixo em negrito vai de encontro ao “bom uso” da nossa língua, em:

a) Dadas as nossas origens e objetivos, existe, entre mim e eles, uma separação formal e intransponível.

b) A EMESCAM fica situada na Avenida Nossa Senhora da Penha.

c) Daqui há pouco tempo estaremos iniciando o século vinte e um.

d) Aproveito-me desta oportunidade, para agradecer-lhe a gentileza do gesto.

e) Antigamente, enviavam-se muitas cartas em mão.

9. FGV-SP A palavra língua está corretamente escrita com acento agudo e sem trema.

Assinale a alternativa em que todas as palavras estejam também corretamente grafadas.

a) Ambigüidade, guaraná, Anhanguera, tranqüilo, aguei, adquiri, distingui.

b) Anbiguidade, güaraná, Anhangüera, tranquilo, agüei, adqüiri, distingüi.

c) Ambigüidade, guaraná, Anhanguera, tranquilo, aguei, adquiri, distingui.

d) Ambiguidade, güaraná, Anhangüera, tranqüilo, agüei, adqüiri, distingüi.

e) Ambigüidade, guaraná, Anhangüera, tranqüilo, agüei, adquiri, distingui.

10. PUC-RJ Leia o período abaixo e as afirmações relacionadas às expressões nele contidas:

“O ceticismo constitui uma marca característica do conto machadiano que vem sendo

amiúde assinalada pelos estudiosos da literatura brasileira, notavelmente aqueles que se concentram na chamada fase realista de sua obra.”

I. A separação silábica das palavras “machadiano“ e “assinalada” é, respectivamente,

ma-cha-di-a-no e as-si-na-la-da.

II. De acordo com as regras de acentuação gráfica, o verbo “constituir” escreve-se “constituía” em uma das formas do passado.

III. Sem contração de preposição com artigo, a expressão “pelos estudiosos” deveria

grafar-se “pôr estudiosos”.

IV. O advérbio derivado de “notável” deveria estar grafado no texto como “notavelmente”.

São corretas as afirmações:

a) I, II e IV.

b) II e III.

c) I e II.

d) III e IV.

e) I e III.

11. U.E. Maringá-PR-Modificada Assinale a(s) alternativa(s) em que a(s) letra(s)

destacada(s) corresponde(m) adequadamente ao(s) fonema(s) propostos(s).

01. “...um pião enlouquecido.” – fonema /k/.

02. “Séculos quentíssimos...” – fonemas / ku/.

04. “...a velocidade da rotação...” – fonema /k/.

08. “Os americanos acham...” – fonema /k/.

16. “Daqui a alguns milênios...” – fonemas /ku/.

32. “...enquanto dá voltas...” – fonemas /kw/.

64. “Nevascas, furacões...” – fonema /k/.

Dê, como resposta a soma das alternativas corretas.

12. U.F. Santa Maria-RS

“Ele domina a número cinco, atenção, vai marcar, dá de chaleira... É goooool, sensacional!”

Se essa fala fosse transcrita em nível coloquial, algumas palavras sofreriam alterações, como:

marcar marcá

chaleira chalera

sensacional sensacionau

Analise as afirmações relacionadas com essas alterações fonéticas.

I. Em marcá, houve queda de consoante final e deslocamento da sílaba tônica.

II. Em chalera, houve simplificação de um ditongo decrescente em vogal simples.

III. Em sensacionau, houve substituição da consoante final por semivogal, formando umditongo crescente.

Está(ão) correta(s):

a) apenas I.

b) apenas II.

c) apenas III.

d) apenas I e II.

e) apenas II e III.

INSTRUÇÃO: Leia atentamente o texto e julgue os itens da questão 13.

“Agora in Brasile, la mejor Parker Collection du monde.

Gracias à abertura da nossa

economia, a Parker do Brasil ha

portato a tutti noi a crème de la

crème das Parkers do mundo:

Duofold Centennial, Premier,

95, 88, 180 e mucho más.

I tutto para você pagar com

money brasileiro. Come on,

venga a buscar la suya.

Perché si non vous puede ficar

sem, capisci?”

Revista Veja/SP.

14. UFMT

( ) A fábrica de canetas Parker explorou o fenômeno, da globalização lingüística, cultural e econômica para lançar seu produto no mercado brasileiro.

( ) As palavras estrangeiras funcionam, no texto, como argumentos a favor da simplicidade do produto anunciado.

( ) As palavras gracias, tutto e monde são formadas a partir de radicais presentes nas palavras correspondentes do português.

( ) O fato de o espanhol, o italiano e o francês, assim como o português, serem línguas neo-latinas facilita a compreensão da mensagem pela propaganda.

( ) O sentido de money e come on é evidente no texto, porque a língua inglesa é também uma língua neo-latina.

( ) Na Babel global, recriada por esse texto, a confusão de línguas também impede a comunicação.

15. UEPI Marcar a opção em que o segmento em negrito não forma dígrafo.

a) qualquer; d) velho;

b) adivinhar; e) recorria.

c) confessar;

16. FGV-SP Assinale a alternativa em que todas as palavras estejam corretamente grafadas.

a) Empolgação, através, extrangeiro, despercebido, auto-falante.

b) Eletricista, asterístico, celebral, frustado, beneficiente.

c) Assessores, pretensão, losango, asterisco, alto-falante.

d) Sicrano, vultosa, previlégio, entitular, prazeiroso.

e) Eletrecista, pretenção, ascenção, celebral, prazeiroso.

17. Unifor-CE Nas palavras Paquequer, Paraíba e caudal, ocorrem, respectivamente os seguintes encontros:

a) ditongo – hiato – hiato;

b) dígrafo – hiato – ditongo;

c) ditongo – dígrafo – hiato;

d) dígrafo – ditongo – ditongo;

e) ditongo – dígrafo – ditongo.

18. U. Alfenas-MG O acento gráfico em “conferência” tem a regra de emprego assim expressa:

a) Acentuam-se as palavras paroxítonas terminadas em a(s).

b) Acentuam-se as palavras proparoxítonas terminadas em ditongo crescente.

c) Acentuam-se as palavras oxítonas terminadas em a(s).

d) Acentuam-se todas as palavras paroxítonas.

e) Acentuam-se as palavras paroxítonas terminadas em ditongo crescente.

1 comentário:

Anónimo disse...

Respostas?

Arquivo do blogue